Ghostgirl por Tonya Hurley

Este livro foi enviado como cortesia para resenha.
ISBN: 9788522009190
Editora: Agir
Ano de Lançamento: 2011
Páginas: 328
Onde comprar*:

Quando eu li a sinopse de Ghostgirl da autora Tonya Hurley já imaginava um livro normal, não tinha grandes expectativas, mas esperava ser uma leitura legal. Esse livro é realmente médio, não tive expectativas frustradas, mas também não me impressionei.

Charlotte Usher é uma das meninas ignoradas da Escola Hawthorne, seu grande sonho é ser popular e que Damen finalmente note sua presença e se apaixone por ela. Em um novo ano no colégio ela está realmente determinada a fazer as coisas mudarem. Novas roupas, novas atitudes, finalmente uma Charlotte nova. Ela só não imaginava que quando a sorte finalmente sorrisse para ela, sua morte aconteceria. E ainda mais uma morte tão sem graça quanto se engasgar com uma bala de goma.

Mesmo depois da morte Charlotte não esquece sua vida. Convivendo com outros “meninos mortos”, ela precisa se preparar para encontrar seu caso mal resolvido. Frustrada pelo seu azar de morrer ela quer descobrir “Como ser popular depois da morte”.

Como eu disse o livro é bem normal, nada profundo ou que seja alvo de: “OMG, eu quero muito esse livro!”. A história é bem superficial com esse tema de busca da popularidade. O diferencial é a protagonista estar morta e ainda assim lutar pelo reconhecimento e admiração das pessoas do seu colégio. Essa insistência acaba tornando o livro bastante forçado no início da narrativa. A forma que a morte ocorreu, a descoberta do que vem depois e como ela deve se comportar daqui pra frente… foi tudo muito estranho e mal explicado. Acredito que a autora deveria ter explorado melhor como as coisas ocorreram, ou privar de informações que não fossem complementares a história. Em minha opinião se for para apenas citar, sem explorar, ou ter algum valor pra história, não adianta nem mencionar e deixar a narrativa pobre.

Acredito que o motivo para a autora ter feito isso é querer correr logo para a parte em que Charlotte quer conquistar Damen. Essa é com certeza a parte mais divertida e que flui melhor a narrativa. Onde conhecemos personagens divertidas como a Scarlet, que é o canal pelo o qual Charlotte terá essa possibilidade. Levei bronca aqui em casa por começar a rir sem parar as 2 horas da manhã. O que foi melhor que começar a rir sem parar na fila do banco por exemplo.

O final acabou sendo surpreendente, porque eu não imaginava que seria dessa forma. Um pouco clichê demais se for pensar, mas algo que não teria passado pela minha cabeça.

Resumindo foi algo bem cansativo no início, com irritação por Charlotte ser tão fútil quanto a animadora de torcida Petula, mas que flui melhor com a presença de Scarlet e sua irreverência.

A Agir está de parabéns pela diagramação do livro, que como eu mencionei no post do Na minha caixa de correio, trás algo criativo brincando com a orelha do livro. E uma página diferenciada a cada novo capítulo. Para os viciados em livros bonitos esse é um! ^^

* Os links de compra deste post renderão ao blog uma comissão em caso de venda realizada.

17 Comentários para “ Ghostgirl por Tonya Hurley ” | Deixe um comentário »

  • mar 25, 2011 @ 13:41

    Eu quero ler esse livro porque gosto dessas tramas bem adolescentes, mas não é uma prioridade, principalmente depois que eu li que algumas partes não são tão bem desenvolvidas. Isso desanima muito uma leitura, porque a gente quer conhecer a história como um todo, e não só ter conhecimento de que algo existe mas sem saber o que aquilo significa…

    Adorei a sua resenha!
    Beeijo! ;3

    [Responder]

  • Monique Melo
    mar 25, 2011 @ 13:46

    Olá! Já não estava muito animada para ler este livro e por sua resenha, ele não é muito bom. Talvez eu o leia, mas só se minha lista de leitura diminuir… Abraços

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 14:54

    Esse livro é muito lindo mesmo, a capa que me fez folheá-lo na livraria. Mas não tive vontade de comprar e agora muito menos HAHAHAHA Talvez eu compre quando tiver em promoção, tipo Fallen xD

    xx thanny in wonderland

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 15:19

    Poxa uma pena, qdo vi este livro na sua caixa de correio corri para colocar como desejado no skoob, mas agora, depois de sua resenha, acredito que não gastaria meu dinheirinho nele. Existem muitos livros bons a serem adquiridos.

    Beijocas

    Vivi
    Filmes, livros e séries

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 15:23

    Ah, eu fiquei curiosa me lembro de certa vez ter lido o primeiro capitulo em espanhol se não me engano. Fiquei curiosa pelo que viria a seguir, achei legal a capa.

    [Responder]

  • Paula Angeloni
    mar 25, 2011 @ 17:42

    Fiquei curiosa! O livro é muito fofo, mas a história parece diferente. Mas não é muito triste?
    Adorei a resenha :)

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 21:11

    Nã consigo deixar de achar que ele é muito infantil. Mas como não se julga livro pela capa, acho que vou dar uma chance à ele algum dia…

    Beijos xx

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 21:35

    O livro parece ser interessante. Não vou colocar ele na frente de toooodos os outros que quero ler, porque só gostei, ainda não AMEI!!! Hehe :)
    Beijinhos,

    [Responder]

  • mar 25, 2011 @ 22:41

    nunca tinha ouvido falar deste livro.
    Mas arriscaria a leitura só para saber o motivo das gargalhas aushusha
    adoro livros com humor.rsrs

    [Responder]

  • mar 26, 2011 @ 00:27

    Opa! Viciada em livros bonitos? Essa sou eu, lol.
    Achei a capa desse livro super Tim Burton, fui só eu?

    Não sei se quero ler não, não fui muito com a cara, apesar de adorar o Tim Burton ^^.

    Beijos,
    Celle
    Três Lápis

    [Responder]

  • GDS
    mar 26, 2011 @ 15:22

    não gostei muito da sinopse, então preferi nem ler, rsrs. Adoro suas resenhas e seu website! dá uma passada no meu também. Beijos!

    [Responder]

  • mar 27, 2011 @ 19:29

    Me deu vontade de ler o livro só pela descrição da diagramação que você falou. to super curiosa para ver nas livrarias

    bjosss e boa semana

    [Responder]

  • Gisele
    mar 28, 2011 @ 11:44

    Depois de sua resenha vi que ele não é tão bom como eu esperava…Achei a morte dela muito sem graça, uma bala de goma? (tipo, o que?)
    Mas eu gostei da capa, achei engraçadinha (:

    Beijoos, Gisele
    CafofodaGiih – http://cafofodagiihf.blogspot.com/

    [Responder]

  • Taisa
    jun 01, 2011 @ 12:46

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro!! Mas pelo jeito que vc falou eu tb acho que vou me irritar muito com essa menina.
    Tenho muita curiosidade de saber como a autora faz pra fazer uma “defunta” conquistar um garoto bem vivo. ACho isso muito loco.
    Bjao

    [Responder]

  • Maccky
    jun 01, 2011 @ 22:40

    Li este livro faz algumas dias e eu gostei, como vc mesma disse nao eh aquele OMG I NEEEEEEEEEEEEEEEEEED. *o*
    Mas foi bom, leitura fácil, leve e flui. Adorei o Scarlet e sua personalidade e quero ler o volume dois em breve. Vamos AGIR apressa esse lançamento. *o*

    [Responder]

  • jun 07, 2011 @ 16:13

    Amei a capa desse livro! quero muitoo ler.

    bjs

    [Responder]

  • Fábio A.
    jun 08, 2011 @ 14:46

    Eu concordo que a capa é realmente linda (sem dúvida), a estrutura é super criativa, e as Página… Não tenho palavras… então eu assumo um viciado
    em livros bonitos. SUPER RECOMENDO PARA QUEM NÃO LEU…

    [Responder]

* Campos obrigatórios.

- Para ter sua foto nos comentários, cadastre seu e-mail em Gravatar.
- Comentários com links serão editados, há um espaço apropriado para o seu link no formulário.