Promoção Diários do Vampiro – Almas Sombrias

Heeeey, todos! Voltei com uma super promoção em parceria com a Editora Galera Record! Tem fã de Diários do Vampiro aí? Então fica que vai ter promoção!

O segundo livro da coleção O Retorno da série Diários do Vampiro: Almas Sombrias, da autora L. J. Smith, chegou as livrarias no último mês, confira o que vem por aí:

Apesar de para sempre marcados pela tragédia, Bonnie, Meredith e Matt tentam retomar o rumo de suas vidas. Até que sonhos e premonições alertam Bonnie que um mal antigo e poderoso ameaça todos e é preciso buscar ajuda…

Com a morte de Elena, Stefan e Damon deixam Fell’s Church e voltam a vagar pelo mundo sob a cruz de sua sina: a sede de sangue. Mas um chamado inesperado os coloca novamente no caminho de Elena — e daqueles que ela ama.

Presa entre a vida e a morte, Elena permanece ligada a Stefan, por quem se sacrificou. Mas, quando um grande perigo ameaça a cidade e seus amigos, o destino oferece a ela mais uma chance de reencontrar o amor.


Olha que legal, serão dois kits ma-ra-vi-lho-sos: Livro, marcador, bloquinho e imã. Gostaram? Então participem!

Informações

  • Ser seguidor do blog pelo Google Friend Connect ( “Leitores” ali na barra lateral direita do blog ->)
  • Ter um endereço de entrega no Brasil.
  • Preencher o formulário até o dia 23 de junho de 2011.

Chances Extras

Você poderá preencher o formulário novamente para cada divulgação no twitter. Permitida uma vez por dia. Siga @garotait e @galerarecord e tweet a seguinte mensagem:

Eu quero DV – Almas Sombrias e você? http://bit.ly/izaOW1 #Promoção

Perfil de Autor: L. J. Smith

Ela deu vida a um personagem muito cobiçado nos dias de hoje, e sua saga de livros mais famosa deu origem a um seriado que dá o que falar. Publicada no Brasil pela Editora Record, o Perfil de Autor de hoje será sobre a magnífica J. L. Smith!


Ela cresceu em Villa Park, California, ou como costumava explicar as pessoas “a vinte minutos da Disneylândia”.  Smith soube que queria ser autora desde os seis anos de idade, quando sua professora arrancou de dentro dela um poema, e a partir de então não consegue se lembrar de um dia que se passou sem escrever histórias em sua cabeça. Ela gostava de ler qualquer coisa que envolvesse magia, principalmente sobre crianças comuns que  a descobrissem .  L. J. Smith gosta de passar seu tempo livre lendo, assistindo a filmes e em uma pequena cabana no parque nacional de Point Reyes, onde há muitas árvores, animais, praias e trilhas para se passear.  Se não tivesse virado escritora, ela diz que teria cursado Física Quântica, pois adora livros sobre ciência e física.

Seu primeiro livro, The Night of the Solstice, começou a ser escrito enquanto cursava a escola e foi terminado na faculdade. Sua agente conseguiu fazer com que ele fosse publicado, e rendesse bons comentários. Um fato interessante e triste ao mesmo tempo é que, o pai da autora, nunca leu nenhum livro ou ao menos assistiu a série de sucesso Diários do Vampiro, a saga que trouxe toda a repercussão que a autora possui. O que poucos sabem também, é que a autora teve um bloqueio de escritor que durou cerca de dez anos, e tudo isso após a morte de sua mãe.

E o que mais dizer sobre sua série de maior sucesso, Diários do Vampiro? Tudo começou quando Smith recebeu uma ligação propondo que ela escrevesse uma triologia sobre vampiros no período de nove meses. Atualmente a saga é dividida em três partes: Diários do Vampiro (com quatro livros já publicados), Diários do Vampiro: O Retorno (com três livros publicados, sendo que o segundo foi lançado no Brasil recentemente) e Vampire Diaries: The Hunters (onde o primeiro livro ainda está sendo escrito). Quanto a última parte da saga, não é L. J. Smith quem está escrevendo, pois como a maioria já sabe, a autora acabou sendo demitida da série por discordar com seu editor sobre como deveria ser o fim da saga. Os livros da saga deram origem ao seriado que hoje está com tudo. E quanto a isso, L. J. Smith não traz nenhuma objeção, a não ser o fato de que imaginava Elena loira ao invés de morena (já o Damon não poderia ter isso interpretado por uma pessoa mais linda que o Ian, né gente?). Outra saga de livros escritos por ela está virando uma série televisiva, The Secret Circle, uma história que gira em torno de Cassie, uma timida garota de 16 anos de idade, que descobre que é uma bruxa e se torna parte do círculo de bruxas de New Salem.

Além de Diários do Vampiro, a Galera Record já publicou no Brasil o primeiro livro da série Mundo das Sombras, Vampiro Secreto. A autora possui um total de 28 livros escritos, entre eles séries como Night World, Dark Visions, The Forbidden Game, Vampire Diaries e The Secret Circle.

Quanto a Diários do Vampiro, eu tenho a opinião de que o seriado acabou se distanciando dos livros mas para melhor, e além do mais, como não ficar cada vez melhor com o Ian interpretando o Damon? Mas e vocês, gostam dos livros? E quanto ao seriado?

Links da Autora

Twitter: http://twitter.com/drujienna
Facebook: http://www.facebook.com/authorljsmith
Site Oficial: http://www.ljanesmith.net/www/
Skoob: http://www.skoob.com.br/autor/72

A Fúria por L. J. Smith

ISBN: 9788501089366
Editora: Galera Record
Ano de Lançamento: 2010
Páginas: 235
Onde comprar*:

A Fúria é o terceiro livro da série Diários do Vampiro, publicado no Brasil pela Editora Galera Record. Lembrando que essa resenha poderá conter spoilers para quem ainda não leu O Despertar e O Confronto.

Livros da série:

  1. O Despertar
  2. O Confronto
  3. A Fúria
  4. Reunião Sombria
  5. Anoitecer
  6. Almas Sombrias
  7. O Retorno – Meia Noite

Eu tenho casos de amor e “ódio” com os livros dessa série. Eles começam totalmente cansativos e demoram a engrenar, mas tem os melhores finais! Os mais eletrizantes e tensos.

Eu gosto muito dos personagens dessa série. Cada um tem uma personalidade forte e contínua, que de acordo com o desenrolar da história ainda se mantem presente. O Damon sem dúvidas é meu preferido, já que como eu já disse inúmeras vezes tenho tendência a gostar mais de personagens sarcásticos, irônicos e meio do mal. Mas o mais legal desse livro é que o Damon se mostra mais perfeito ainda. Que por trás de toda essa máscara e armadura que ele formou ao longo dos anos, ele realmente pode ser legal.

Mas como eu disse no ínicio da resenha os livros pecam em seus começos. Todos os três livros começarem extremamente lentos e se mostraram muito bons com seus finais. Talvez isso seja uma característica da L. J. Smith. Que de alguma forma pode ser levada como positiva já que dá ao leitor a vontade de saber o que acontece no próximo. Mas também pode ser negativa, já que o livro pode ser abandonado antes de chegar na parte interessante.

Em A Fúria a autora me surpreendeu e muito. Talvez lá no fundo eu já imaginava o rumo que a história poderia tomar, mas não imaginava a forma que aconteceria e nem o desfecho. Foi surpreendente esse final. Autoras que dão um final assim para um livro ou são bem corajosas, ou é porque vão talvez explicar no próximo livro. Prefiro acreditar que no próximo livro se tenha a resposta. Não que eu não tenha gostado desse final, mas simplesmente não é muito comum as coisas acabarem assim. Dizendo “Não” ao “Viveram felizes para sempre”.

Em comparação a todos os três livros da série esse foi o melhor, mesmo tendo a minha pausa enorme. Já que comecei a ler o livro quarta-feira (li metade) e só consegui pegar o livro novamente hoje (segunda-feira) para terminar a leitura. O motivo foi o explicado acima, eu me desanimei com o começo, mas me empolguei com o final. E por isso acho que merece as 4 estrelas da classificação.

Reunião Sombria me aguarda e eu estou ansiosa e ao mesmo tempo muito cautelosa pelo final que teve. Dá aquele frio na barriga por não me decidir se quero ou não saber o que acontece.

* Os links de compra deste post renderão ao blog uma comissão em caso de venda realizada.

Batalha de capas: “O Despertar”

Inicialmente essa tag terá somente esse post. Se gostarem posso fazer mais vezes.  O Batalha de Capas, como o próprio nome já diz, é uma batalha entre as diferentes capas de determinados livros pelo mundo. Algumas pessoas defendem as capas brasileiras, outros preferem as americanas, e enfim… sempre tem quem prefira a do outro país.

Então, para começar a primeira batalha:

O Despertar (Diários do Vampiro #1) da autora L. J. Smith

Essa é uma das capas mais diversificadas que eu conheço. Acho que não vi nenhuma publicação igual em dois ou mais países. Então, selecionei as melhores na minha opinião.

  • Brasil: Eu tenho medo dessa capa, mas acho linda em comparação a muitas outras.
  • Romênia: O rapaz da capa parece bem novinho e assustado, acho que a mensagem a ser passada não é essa. Porém, mesmo assim gostei da capa.
  • EUA: A mais tradicional, e é uma das minhas preferidas. Fica um um ar de mistério, mas nada assustador como a da capa do Brasil.

As que ousaram fazer diferente:

  • Dinamarca: Provavelmente na capa deve ser Elena, só que não condiz em cada com a história. Parece mais um livro de drama. Mesmo assim eu achei bonita.
  • Russia: A capa é maravilhosa! Só que… Não tem nada, nada a ver com o livro! Essa da capa provavelmente deve ser a Bonnie, mas ela quase não aparece no primeiro livro. Então não tem explicação para uma capa com uma garota ruiva.
  • Alemanha: A capa é linda! E uma das que mais me surpreenderam. Tem a Elena (de cabelo ondulado? O-o) e até os corvos! Só que eu bem que toparia um Stefan no primeiro livro ;x

O prêmio de a mais NoSense vai para:

  • Espanha: A mais decepcionante. Essa capa seria ótima para um dos livros de Dexter, ou um outro romance policial. Mas para o primeiro livro da série Diários do Vampiro, não. Não tem nada a ver com o livro, é simples demais, e quem vê pela primeira vez não percebe do que se trata.

E na opinião de vocês? Qual as melhores capas de “O Despertar“? Querem ver mais posts de Batalha de Capas?