Série: The Lying Game

Eu estava contando os dias para a estreia de The Lying Game! Quando descobri que outra série de livros da autora Sara Shepard seria adaptada para série de TV, bastou para eu querer muito ver! Eu nem sabia qual era a história até ver o primeiro episódio.

Adoro Pretty Little Liars, apesar de a série de tv já começar a deixar vários furos, mas quem se importa? Eu mal me lembro do que aconteceu nos primeiros episódios, e acabo tentando resolver o mistério de “A” com base nos últimos capítulos. Em The Lying Game (não li os livros!), a autora volta com esse clima de mistério envolvendo mentiras.

A trama dessa vez é sobre irmãs gêmeas que foram abandonadas quando crianças e separadas por adoções diferentes. Sutton Mencer ficou com uma família rica com toda atenção, enquanto Emma Becker em uma pobre e sem nenhum carinho. No primeiro episódio ambas já se conhecem, pois Sutton descobriu Emma enquanto procurava seus pais verdadeiros. Porém, elas se conhecem apenas pela internet, e mais ninguém sabe sobre isso.

Emma acaba sendo acusada de roubo pela mãe adotiva e foge da sua cidade para encontrar Sutton em Phoenix. Chegando lá, Sutton sugere que Emma fique em seu lugar durante alguns dias, para que ela possa ir atrás de mais pistas sobre seus pais. Essa trama lembra taaaaanto a novela “A Usurpadora” =x

Já viram que as mentiras já começam em menos de 10 minutos de episódio, não é? E elas só aumentam! Emma vai precisar encarnar a personalidade de Sutton e ainda lidar com todas as situações pendentes que a irmã deixou.

Não consegui me acostumar com o elenco da série. Já estava tão acostumada com os atores cool de Pretty Little Liars, que estranhei bastante The Lying Game. E ninguém me tira da cabeça que a atriz que faz as gemêas deve ser uma irmã desgarrada da Nina Dobrev (The Vampire Diaries). Sério, a Alexandra Chando tem até a maneira de falar da Nina! Será que ela ficou treinando essa coisa de fazer duas personagens enquanto via The Vampire Diaries? hahahah

O episódio piloto conseguiu me conquistar e fazer com que eu veja os próximos. Espero conseguir me acostumar com os atores e o cenário em si.

A série de livros será lançada no Brasil pela Rocco, mas ainda sem previsão.

Série “3 Porcento”

Você já se imaginou em um futuro que só houvessem dois lados? O lado bom e o ruim. E se você nacesse no lado ruim, ao chegar aos 20 anos de idade teria a única oportunidade de passar para o lado de lá. O lado bom, com oportunidades e uma vida melhor.

Essa é a proposta de um projeto de série brasileiro: 3 Porcento. O projeto teve recursos para a gravação no piloto da série, mas já tem todos os episódios escritos e a procura de uma rede de tv que confie. Na internet podemos ver esse primeiro episódio, e garanto, é de tirar o fôlego.

É o tipo de mundo que eu só pude “vivenciar” até agora em livros. Os famosos livros distópicos com cenário em um futuro de sociedades controladoras. Já puderam ver isso em vários livros aqui no blog, exemplo: Feios, Jogos Vorazes e Destino. Mas agora é uma série de tv, e melhor ainda, brasileira!

Seria uma revolução para o cenário nacional no mundo das séries de tv. Até hoje não vimos nada inovador ,que saísse da mesmice de séries, muitas vezes, pobre de conteúdo.

Então, convido vocês a apoiarem o projeto, se inscreverem no canal do youtube,  curtir a página do facebook, seguir no twitter e indicar para todos os amigos. A série precisa de investimento, precisa de força para que alguma rede de tv possa olhar para o projeto. Não dúvido que caso isso aconteça, 3 Porcento seja uma série de sucesso.

Episódio Piloto:

Perfil de Autor: L. J. Smith

Ela deu vida a um personagem muito cobiçado nos dias de hoje, e sua saga de livros mais famosa deu origem a um seriado que dá o que falar. Publicada no Brasil pela Editora Record, o Perfil de Autor de hoje será sobre a magnífica J. L. Smith!


Ela cresceu em Villa Park, California, ou como costumava explicar as pessoas “a vinte minutos da Disneylândia”.  Smith soube que queria ser autora desde os seis anos de idade, quando sua professora arrancou de dentro dela um poema, e a partir de então não consegue se lembrar de um dia que se passou sem escrever histórias em sua cabeça. Ela gostava de ler qualquer coisa que envolvesse magia, principalmente sobre crianças comuns que  a descobrissem .  L. J. Smith gosta de passar seu tempo livre lendo, assistindo a filmes e em uma pequena cabana no parque nacional de Point Reyes, onde há muitas árvores, animais, praias e trilhas para se passear.  Se não tivesse virado escritora, ela diz que teria cursado Física Quântica, pois adora livros sobre ciência e física.

Seu primeiro livro, The Night of the Solstice, começou a ser escrito enquanto cursava a escola e foi terminado na faculdade. Sua agente conseguiu fazer com que ele fosse publicado, e rendesse bons comentários. Um fato interessante e triste ao mesmo tempo é que, o pai da autora, nunca leu nenhum livro ou ao menos assistiu a série de sucesso Diários do Vampiro, a saga que trouxe toda a repercussão que a autora possui. O que poucos sabem também, é que a autora teve um bloqueio de escritor que durou cerca de dez anos, e tudo isso após a morte de sua mãe.

E o que mais dizer sobre sua série de maior sucesso, Diários do Vampiro? Tudo começou quando Smith recebeu uma ligação propondo que ela escrevesse uma triologia sobre vampiros no período de nove meses. Atualmente a saga é dividida em três partes: Diários do Vampiro (com quatro livros já publicados), Diários do Vampiro: O Retorno (com três livros publicados, sendo que o segundo foi lançado no Brasil recentemente) e Vampire Diaries: The Hunters (onde o primeiro livro ainda está sendo escrito). Quanto a última parte da saga, não é L. J. Smith quem está escrevendo, pois como a maioria já sabe, a autora acabou sendo demitida da série por discordar com seu editor sobre como deveria ser o fim da saga. Os livros da saga deram origem ao seriado que hoje está com tudo. E quanto a isso, L. J. Smith não traz nenhuma objeção, a não ser o fato de que imaginava Elena loira ao invés de morena (já o Damon não poderia ter isso interpretado por uma pessoa mais linda que o Ian, né gente?). Outra saga de livros escritos por ela está virando uma série televisiva, The Secret Circle, uma história que gira em torno de Cassie, uma timida garota de 16 anos de idade, que descobre que é uma bruxa e se torna parte do círculo de bruxas de New Salem.

Além de Diários do Vampiro, a Galera Record já publicou no Brasil o primeiro livro da série Mundo das Sombras, Vampiro Secreto. A autora possui um total de 28 livros escritos, entre eles séries como Night World, Dark Visions, The Forbidden Game, Vampire Diaries e The Secret Circle.

Quanto a Diários do Vampiro, eu tenho a opinião de que o seriado acabou se distanciando dos livros mas para melhor, e além do mais, como não ficar cada vez melhor com o Ian interpretando o Damon? Mas e vocês, gostam dos livros? E quanto ao seriado?

Links da Autora

Twitter: http://twitter.com/drujienna
Facebook: http://www.facebook.com/authorljsmith
Site Oficial: http://www.ljanesmith.net/www/
Skoob: http://www.skoob.com.br/autor/72

Na tv: Pretty Little Liars

Eu sei que algumas pessoas já devem ter lido muito sobre Pretty Little Liars por aí, mas também sei que várias pessoas não conhecem. Então resolvi compartilhar com vocês meu (nem tanto) novo vício.

Essa série da ABC Family que até agora já teve 7 episódios (hoje será transmitido o oitavo), foi adaptada da série de livros de mesmo nome da autora Sara Sherpad.  Como ainda não li os livros não posso apontar diferenças e semelhanças, então o que vou falar aqui é apenas da série televisiva.
Continue lendo »